CONHECER SOBRE DEUS É DIFERENTE DE CONHECER À DEUS

Atualizado: 27 de jul. de 2021

Fé não é em quem você acredita, fé é com quem você se parece! E com quem você se parece?


A construção teológica dentro da nossa consciência pós-moderna definitivamente não existe, o que existe hoje é a reprodução do que foi construído há séculos atrás. Claro que não é ruim estudar o que foi discutido em outros tempos, acho inclusive fundamental, mas, precisamos entender que os nossos desafios de hoje são bem diferentes dos desafios enfrentados no século passado.

Adquirimos o costume de importar conceitos teológicos de países que possuem uma realidade social muito distante da nossa. Passamos a importar teologia da Europa e da América do Norte, sem considerar a realidade cultural do nosso povo.

Me lembro de testes com formas geométricas feitos para testar a inteligência de chimpanzés, com um quadrado, um círculo e um triângulo, para que o animal encaixe cada figura a sua forma. Normalmente o chimpanzé tentava encaixar o quadrado no triângulo, o círculo no quadrado, o triângulo no círculo, e por incompatibilidade de formas não concluía o teste. Estamos tentando fazer a mesma coisa com nossa teologia.

Com isso edificamos uma igreja que não comunica de maneira efetiva a nossa cidade. Criamos um mundo exclusivo para nós, com a nossa arte, nossa cultura, nossa música, nosso linguajar, tudo voltado para nós, sem comunicação da porta para fora.

Por essa razão nós precisamos desenvolver novos pensamentos que traduzam melhor a nossa realidade, para voltarmos a comunicar de maneira plena aos corações ansiosos por respostas.

Sabe quando os pais dizem: “Pode ficar chateado comigo hoje, mas você vai me agradecer amanhã”. Eu imagino que muitas pessoas não gostam de algumas coisas que eu falo, ou até do jeito que falo. É sempre bom ouvir coisas confortáveis, mas são as coisas que riscam o nosso coração que realmente farão sentido para nós.

Eu escrevi esse post com o objetivo de nos fazer pensar sobre nossa realidade e como encaramos as nossas responsabilidades quando falamos em nome de Jesus.

Como disse o profeta Oséias 4:6 “O meu povo está sendo arruinado porque lhe falta conhecimento”, não conhecemos de fato a realidade da nossa era. Por isso, todo esforço do povo de Deus é para produzir uma Igreja que faça sentido para nós, e não que revele um sentido para o mundo.

Mas afinal, o que significa conhecer à Deus? Eu separei alguns textos Bíblicos para exemplificar o que quero dizer:

Gênesis 4:1 “E conheceu Adão a Eva, sua mulher, e ela concebeu e deu à luz a Caim, e disse: Alcancei do SENHOR um homem”.

Gênesis 16:4 “E ele conheceu a Agar, e ela concebeu; e vendo ela que concebera, foi sua senhora desprezada aos seus olhos”.

Mateus 1:24,25 “E José, despertando do sono, fez como o anjo do Senhor lhe ordenara, e recebeu a sua mulher; E não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe por nome Jesus”.

Com isso, posso afirmar que “conhecimento é uma relação de intimidade que nos torna um”.

A partir do instante em que conhecemos à Deus, nos unimos de uma maneira estonteante a ponto de sermos confundidos, nos tornamos apenas um, em uma união perfeita e definitiva. Então conhecer é muito mais intenso do que o saber. O nosso mundo está cheio de pessoas que sabem muitas coisas a respeito de Deus, mas, poucas pessoas o conhecem a ponto de se tornarem um com Ele.


#conheceradeus #teologia #maisdedeus #deus

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo